RSS

Bolacha

A história de Bolacha na música começa como a de muitos outros no Alto Juruá: se inicia com a dificuldade em ter um violão e passa pelo autodidatismo musical. “Eu tinha certeza comigo que se eu pegasse um violão eu tocava. Numa época eu trabalhei numa estrada de seringa lá num centro e fiz mil e duzentos quilos de borracha, pra comprar um violão pra mim. E comecei a tocar. Em um mês eu tava tocando em festa. Aquilo pra mim era um grande prazer. Quase todos os sábados tinha festa. Era o divertimento do povo, não existia outro”.
Seu sucesso foi rápido e músicas sobre amor se tornaram sua especialidade. A inspiração para a composição de suas noventa e quatro músicas sempre foram mulheres que passaram por sua vida. E não foram poucas. Bolacha diz que já homenageou mais de sessenta mulheres com suas canções. “Elas achavam interessante. Nem sempre eu conseguia o que eu queria com as músicas, mas muitas vezes eu conseguia!
No entanto, ele deixou de compor com frequência após uma queda que sofreu enquanto caçava um bando de guaribas para o jantar. “Eu atirei no Capelão e ele enganchou no alto do pau. Eu subi num cipó. Quando eu cheguei lá, que eu via o mato que nem uma capineira, eu fui pegar na mão do capelão pra puxar. Aí, o cipó desligou de lá do galho do pau, passou por mim e eu vim sozinho, uns vinte metros, até bater no barro. Aí, machuquei minha cabeça em cima de uma raiz. Nessa época eu era um compositor firme e forte, mas depois dessa pancada na minha cabeça eu fiquei muito deslembrado”. Depois da queda Bolacha precisou ser carregado pelo amigo que caçava com ele, mas não se deu por vencido. A primeira coisa que pensou quando recobrou a consciência foi em voltar para pegar o macaco que ficou pendurado: “Quando eu retornei, o companheiro já tinha me levado a uma distância meio boa, atrás de água. Eu ainda quis buscar o capelão lá em cima, mas ele não deixou!
Mesmo com todas as dificuldades que enfrentou após seu acidente, Bolacha se recuperou com muita determinação e seguiu com seus trabalhos cotidianos e com seu prazer pela música. Até hoje ele é um músico muito querido na região onde mora, sempre animando o pessoal com suas canções de amor.

Ouça: Bolacha – Você Maltratou a Minha Vida

Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: